sábado, 16 de junho de 2012

Os destaques da moda dos anos 60

Minissaia, vestido tubinho, estampas psicodélicas, cores. A moda da década de 60 é frenética e cheia de transformações. Agora, mais do que nunca, o vestir se atrelava ao comportamento. As regras foram esquecidas e os jovens foram ouvidos. A moda era ser livre.

Os anos 60 foram cheios de criações fantásticas, mas vamos falar daquelas que mais se destacaram e se transformaram na cara dessa década.    


     
O vestido Mondrian de Saint Laurent

As pinturas de Piet Mondrian inspiraram vestidos retos de seda pesada, criados por Yves Saint Laurent, em 1965. A saia era mais curta e a silhueta esguia não definia a cintura, que ficou famosa no corpo da modelo Twiggy.              


A historiadora de moda Valerie Mendes explica que o vestido Mondrian era composto de faixas pretas meticulosamente colocadas, separando painéis brancos e de cores brilhantes. “O conceito Mondrian foi imediatamente apropriado pelos fabricantes, que fizeram cópias baratas para o mercado de massa.”, conta Valerie. 

A moda astronauta de Courrèges

O estilo de Courrèges era futurista, vislumbrava a mulher do futuro, dos anos 2000. Inicialmente trocou o preto pelo branco e começou a usar materiais sintéticos, como o vinil.


A coleção Moon Girl marcou o ano de 1964. “Essas roupas espaciais, brancas e prateadas, com tops transparentes de chiffon e saias na altura das coxas, em formas geométricas com círculos recortados, foram centrais para o gênero inspirado na corrida espacial de então.”, afirma o professor de moda Nj Stevenson. Botas de cano alto completavam o look. 


O tubinho de Pierre Cardin

A moda dos anos 60 foi muito ligada à arte e Pierre Cardin também se inspirou nela para criar seus modelos. “Vínculos com a Pop Art e Op Art foram estabelecidos em uma série de vestidos retos estampados com inserções geométricas, em uma combinação de preto e cores vibrantes.”, explica Valerie Mendes. A bainha ficava 10 centímetros acima dos joelhos e eram feitos de malha. 




A minissaia de Mary Quant


Difundida por Mary Quant em 1964 na Inglaterra, a minissaia foi a grande revolução dessa década. Vendidas em butiques, a moda das saias curtas se tornou febre entre os jovens rapidamente e assustava os mais conservadores.           


A estilista criou o Chelsea Look, que consistia em minissaias de apenas 30 centímetros de comprimento, botas de couro de cano alto e camisetas justas. Com a evolução da moda e da tecnologia, foram criados novos tecidos e maneiras diferentes de usá-la.

Twiggy vestindo Mary Quant

Sessão de fotos Mary Quant



0 comentários:

Postar um comentário